Guia Definitivo Copa do Mundo Rússia 2018 – Parte 4 - Pod(e)Brisar

Guia Definitivo Copa do Mundo Rússia 2018 – Parte 4 Guia completo dos grupos G e H

13 de junho de 2018

Faltando poucos dias para Copa do Mundo 2018 lançamos nosso guia definitivo para o torneio. Confira um breve resumo histórico das 32 seleções, a análise para competição e os palpites geral e da equipe Pod(e)Brisar.

Aproveite também para conferir o nosso podcast com a explicação de todos os palpites e uma análise séria e pontual sobre a competição!

Neste primeiro post, confira a análise dos grupos G e H. No final você encontrará os links para os posts dos outros grupos e da análise completa.

 

Grupo G

Bélgica

Federação: Federação Belga de Futebol (footbel.be)

Participações: 12

Melhor Resultado: 4º (1986)

Eliminatórias: Primeiro lugar no grupo H das eliminatórias Europeias.

Hazard, Lukaku, De Bruyne, Fellaini, Kompany, Courtois… A lista de destaques em grandes times europeus é extensa na seleção belga. A chamada Grande Geração Belga tenta em 2018 apagar o estigma de ser boa só no papel.

Em 2014 chegou às quartas de final, quando foi derrotada pela Argentina, e em 2016 na Eurocopa atingiu o mesmo estágio ao ser derrotada pelo País de Gales.

O desafio de atingir as semifinais e no mínimo igualar seu melhor resultado, conquistado em 1986, pode esbarrar em um grande confronto com o Brasil nas quartas.

Cotação Geral: Quartas de Final

Cotação Pod(e)Brisar: Quartas de Final

Bélgica: será a vez da grande geração belga?

 

Panamá

Federação: Federación Panameña de Fútbol (fepafut.com)

Participações: Estreante

Melhor Resultado: Estreante

Eliminatórias: Primeiro lugar no hexagonal final das eliminatórias da Concacaf.

Em um país onde os principais esportes são o basebol e o boxe, o futebol começou a evoluir apenas no fim do século 20 e em 2017 atingiu seu ápice: aos 43 minutos do segundo tempo o Panamá fazia um gol que eliminava os Estados Unidos e o colocava diretamente na Copa do Mundo.

A maior parte dos jogadores atua nos Estados Unidos ou em ligas menores e a falta de experiência pode pesar em um grupo com a forte Bélgica e a tradicional Inglaterra. A presença do Panamá no mundial prova que todas as seleções são filhas dos deuses do futebol.

Cotação Geral: Primeira Fase

Cotação Pod(e)Brisar: Primeira Fase

 

Tunísia

Federação: Federação Tunisiana de Futebol

Participações: 4

Melhor Resultado: 9º (1978)

Eliminatórias: Vencedor do Grupo A das eliminatórias africanas.

Três participações consecutivas (1998, 2002 e 2006) sem passar da primeira fase e o título da Copa das Nações Africanas em 2004 são os melhores resultados da seleção da Tunísia.

Com o envelhecimento da geração que atingiu os resultados no início dos anos 2000, a equipe africana teve que apostar em uma renovação do time que os levaram à Copa após doze anos de ausência.

O time é limitado e a maior esperança é o meia Khazri, jogador francês naturalizado tunisiano, que pode produzir rápidos contra-ataques contra os adversários. De maneira geral, fará uma copa para ao menos vencer o Panamá.

Cotação Geral: Primeira Fase

Cotação Pod(e)Brisar: Primeira Fase

 

Inglaterra

Federação: The Football Association (thefa.com)

Participações: 14

Melhor Resultado: Campeão (1966)

Eliminatórias: Vencedor do Grupo F das eliminatórias europeias.

Um título contestado por uma bola que não entrou em 1966 (na Inglaterra) e um quarto lugar em 1990 (na Itália) são os grandes feitos do time da Rainha em mundiais. O desempenho em 2014, eliminação na primeira fase, e na Euro 2016, eliminação nas oitavas de final para Islândia, não animam o torcedor inglês para a competição na Rússia.

O técnico Garth Southgate, oriundo das categorias de base, admite que o time está em um processo de transição e não gosta de planejar a posição final do English Team ao fim do torneio.

Fato que a geração atual possuí bons nomes como Harry Kane, Dele Alli e Sterling que podem fazer bonito da Rússia, além de existir uma nova geração que vem ganhando muitos títulos nas categorias de base e que tornam o projeto futuro cada vez mais promissor.

Cotação Geral: Quartas de Final

Cotação Pod(e)Brisar: Oitavas de Final

Inglaterra: preparando uma geração futura.

 

Grupo H

Polônia

Federação: Polski Zwiazek Pilki Noznej (pzpn.pl)

Participações: 7

Melhor Resultado: 3º (1974 e 1982)

Eliminatórias: Primeiro lugar no grupo E das eliminatórias Europeias.

Nas décadas de 70 e 80 a Polônia, comandada pelo craque Lato, tornou-se uma matadora de campeões mundiais. Em 1974, na Alemanha, venceram Itália, Argentina e Brasil para atingir o terceiro lugar e em 1982 derrotaram a França de Platini para repetir o lugar no pódio.

Com o passar do tempo a Polônia perdeu força e tornou-se um figurante do futebol europeu. Algo que começou a mudar no início da década atual, os poloneses estão em evolução e contaram com os gols do atacante Robert Levandowski, artilheiro das eliminatórias europeias, para chegar à Rússia.

Mesmo com um time organizado que conseguiu melhores resultados recentes, subindo no ranking da FIFA e tornando-se um cabeça de chave da Copa, a Polônia lutará para não ser um coadjuvante na competição.

Cotação Geral: Primeira Fase

Cotação Pod(e)Brisar: Oitavas de Final

Polônia: em busca de repetir o sucesso dos anos 70 e 80.

 

Senegal

Federação: Federátion Senegalaise de Football (fsf.sn)

Participações: 1

Melhor Resultado: 7º (2002)

Eliminatórias: Primeiro lugar no grupo D das eliminatórias africanas.

No dia 30 de maio de 2002, todos esperavam ver um passeio da então campeã mundial e europeia contra uma seleção africana desconhecida na abertura da copa daquele ano. O resultado? Um inesquecível 1×0 para Senegal contra a França e o início da campanha histórica, que talvez seja a última seleção sensação africana. Senegal atingiu as quartas de final daquele mundial e encantou a todos com a alegria do seu time.

Contudo, após sua grande campanha Senegal ficou afastado da competição principal do futebol por dezesseis anos e retorna com uma geração completamente renovada. O principal jogador é o atacante Sadio Mané do Liverpool que fez grande temporada europeia e vem correspondendo na seleção. Levando em consideração um grupo sem grandes favoritos, Senegal pode surpreender novamente e atingir a segunda fase.

Cotação Geral: Oitavas de Final

Cotação Pod(e)Brisar: Primeira Fase

 

Colômbia

Federação: Federación Colombiana de Fútbol (fcf.com.co)

Participações: 5

Melhor Resultado: 5º (2014)

Eliminatórias: Quarto lugar nas eliminatórias sul-americanas.

Os anos 90 foram uma mistura de alegria e tragédia para seleção colombiana. Neste período formou-se a melhor geração do país com jogadores como Higuita, Valderama, Rincón, Aristizábal e Asprilla. Com este time os sul-americanos classificaram-se para três mundiais seguidos (1990, 1994 e 1998), porém os desempenhos nas copas foram decepcionantes sem ao menos classificar-se para segunda fase.

 Atualmente os colombianos possuem sua segunda grande geração. Jogadores como Ospina, Cuadrado e Rodríguez atingiram o melhor resultado histórico ao alcançar as quartas de final em 2014, eliminados pelo Brasil. Quatro anos mais experiente e com uma renovação sólida na defesa, a Colômbia pode sonhar com um resultado satisfatório na Rússia.

Cotação Geral: Oitavas de Final

Cotação Pod(e)Brisar: Quartas de Final

 

Japão

Federação: Associação de Futebol do Japão (jfa.or.jp)

Participações: 5

Melhor Resultado: 9º (2002 e 2010)

Eliminatórias: Primeiro lugar no grupo B das eliminatórias asiáticas.

A estreia do Japão foi tardia, a primeira participação foi apenas na França em 1998. Mas desde então os japoneses tomaram gosto pela competição e são figuras carimbadas em todos mundiais. Os melhores resultados históricos foram duas classificações às oitavas de final em 2002 jogando em casa e em 2010 na África do Sul.

Os Samurais Azuis, como são conhecidos, possuem uma seleção com diversos jogadores atuando em times europeus, fato que dá certa experiência ao time. Mas as duas trocas de técnico durante o ciclo das eliminatórias é um fator complicador. Em um grupo equilibrado a expectativa é ao menos tentar entrar na briga pela classificação.

Cotação Geral: Primeira Fase

Cotação Pod(e)Brisar: Primeira Fase

 

Guia Grupos A e B: Click AQUI!

Guia Grupos C e D: Click AQUI!

Guia Grupos E e F: Click AQUI!

Guia Completo: Click AQUI!

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *